A Lenda de São Cristóvão

 



Antes de ser cristão, Cristóvão se chamava Offerus (22); era uma espécie de gigante, pouco inteligente (21). Quando fez uso da razão, empreendeu viagem, dizendo que queria servir ao rei mais poderoso da terra (19). O encaminharam à corte de um rei muito poderoso (4), o qual ficou muito contente pela oportunidade de ter um servidor (5) tão vigoroso. Um dia, o rei, ao ouvir que um jogral * pronunciava o nome do Diabo (15), fez, aterrorizado, o sinal da cruz.

- Por que fazeis isso? perguntou na hora Offerus.

- Porque tenho medo do Diabo, lhe respondeu o rei.

- Se o temes, é que não sois tão poderoso como ele. Neste caso, quero servir ao Diabo (6). Dito o qual, Offerus partiu dali.

Depois de uma longa caminhada em busca do poderoso monarca, viu aproximar-se em sua direção uma numerosa tropa de cavaleiros vestidos de vermelho; seu chefe, que era negro, lhe disse:

- A quem buscas?

- Procuro ao Diabo para servi-lo.

- Eu sou o Diabo. Segue-me.

E eis aqui Offerus incorporado aos seguidores de Satã. Um dia, depois de muito cavalgar, a tropa infernal encontra uma cruz a beira do caminho; o Diabo ordena dar meia volta.

- Por que fizeste isto? Perguntou-lhe Offerus, sempre desejoso de instruir-se.

- Porque temo a imagem de Cristo.

- Se temes a imagem de Cristo é que sois menos poderoso que Ele; em tal caso, quero entrar ao serviço de Cristo.

Offerus passou sozinho diante da cruz (20) e continuou seu caminho. Encontrou um bom ermitão (9) e lhe perguntou onde poderia encontrar a Cristo.

- Em todas as partes, respondeu-lhe o ermitão.

- Não entendo – disse Offerus -; porém, se me haveis dito a verdade, que serviços pode prestar-lhe um rapazote robusto e atento como eu.

- Se lhe serve com a oração, o jejum e a vigília – respondeu o ermitão.

Offerus fez uma careta. – Não há outra maneira de ser-lhe agradável? perguntou.

O ermitão compreendeu a classe de homem que tinha diante de si e pegando-o pela mão (11), conduziu-o a beira de uma impetuosa corrente que descia de uma alta montanha (16), e lhe disse:

- Os pobres (17) que cruzaram estas águas se afogaram (13); permanece aqui e translada para a outra beira, sobre teus fortes ombros, àqueles que pedirem. Se procederes assim por amor a Cristo, Ele te admitirá como seu servidor (8).

- Assim procederei por amor a Cristo (14), respondeu Offerus. E então construiu para si uma cabana na barranca do rio e começou a transportar de noite e de dia aos viajantes que o pediam.

Uma noite (18), oprimido pela fadiga, dormia profundamente; alguns golpes dados em sua porta o despertaram e ouviu a voz de uma criança (7) que o chamava três vezes (3) por seu nome. Levantou-se, subiu a criança (que era um menino) sobre seu pescoço e entrou na torrente. Ao chegar a sua metade, viu que a torrente agora se enfurecia, que as ondas se avolumavam e se precipitavam sobre suas musculosas pernas para derrubá-lo. Offerus aguentava o melhor que podia, porém o menino pesava como se fosse uma enorme carga; então, temeroso de deixar cair o pequeno viajante, arrancou uma árvore para apoiar-se nela; porém a corrente continuava crescendo e o menino se fazia cada vez mais pesado. Offerus, temendo que se afogasse, levantou a cabeça para ele e disse:

- Menino, por que Te fazes tão pesado? A mim me parece como se estivesse transportando o mundo. O menino respondeu:

- Não somente transportas o mundo, mas também aquele que fez o mundo (1). Eu Sou Cristo, teu Deus e Senhor. Em recompensa de teus bons serviços (10), Eu te batizo (2) no nome de Meu Pai, no Meu Próprio e no do Espírito Santo; daqui por diante, chamar-te-ás Cristóvão.

Desde aquele dia, Cristóvão percorreu a Terra para ensinar a palavra (12) de Cristo.

(Prédica Gnóstica do dia 11/07/21 - Bispo João II)

* Jogral (do provençal joglar, substantivação do adjetivo latino joculáris,e: 'divertido, burlesco, risível'), na lírica medieval, até o século X, era o artista profissional de origem popular

As 22 cartas do Tarot na história acima:

22 – O Regresso (o homem que está no Mundo e ainda é movimentado pelas forças inferiores resolve mudar = Offerus

21 – A transmutação = Quando fez uso da razão (O tolo)

19 – Inspiração – Servir ao rei mais poderoso da Terra.

04 – O Imperador = Um rei muito poderoso

05 – O Hierarca = O servidor

20 – Ressurreição = Ao serviço do Cristo passou sozinho diante da cruz.

15 – O Diabo (Paixão) = Um jogral pronunciava o nome do Diabo.

06 – Indecisão = Neste caso quer servir ao Diabo

09 – O eremita = O bom ermitão

11 – Persuasão = e pegando-o pela mão

17 – A Esperança = Os pobres ...

13 – A Morte, a Imortalidade = ...que cruzaram estas águas se afogaram.

16 – Fragilidade = (A Torre atingida) impetuosa torrente que descia de uma alta montanha.

08 – A Justiça = Seu servidor

14 – A Temperança = Assim procederei por amor a Cristo

18 – O Crepúsculo = Uma noite...

07 – Triunfo = Uma criança (O iniciado real)

03 – A Imperatriz = Três vezes (é também Binah, na Cabala)

10 – Retribuição = Em recompensa de teus bons serviços.

02 – A Sacerdotisa = Eu te batizo

01 – O Mago = Aquele que fez o mundo (Kether, a Coroa)

12 – O Apostolado = Ensinar a palavra.

última Mensagem

Mensagem do dia Magno

  Rio de Janeiro, 27 de Janeiro de 2024  - Ano R+C   644 Profunda reverência e amor ao Supremo Arquiteto do Universo; Saudações e votos de s...