Mensagens Rosacrucianas


 Natal

    Diferente dos animais, nós, seres humanos, viemos à Terra completamente ignorantes. A maioria dos animais já nasce pronta para a vida, como os insetos, mas não o ser humano. Temos que receber cuidados e sermos instruídos desde a mais tenra idade, para que possamos sobreviver e desenvolver nossas habilidades.

Nossa infância é a maior entre os animais e corresponde a um período delicado, em que não temos a capacidade de buscar proteção e nos alimentarmos sem ajuda. Além disso, como possuímos o Batismo da Sabedoria, nossa mente é altamente complexa e desenvolvemos sentimentos, algo rudimentar entre os animais.

Quando completamos nossa socialização básica – por volta dos sete, oito anos – começamos a ser ensinados sobre Religião. É uma parte importantíssima de nosso aprendizado, porque – a parte de nossas tendências místicas arquetípicas – nos  traz benefícios práticos, ajudando para que possamos meditar e conter nossos impulsos mais primitivos, a fim de que possamos conviver apropriadamente em nossa sociedade.

Entretanto, a Humanidade como um todo também passa por um período de aprendizado, precisando de Instrutores de extraordinária sabedoria, fundamentais para que despertemos em nós o amor fraternal necessário à nossa evolução espiritual. Diante da Divindade, com nosso ego ainda longe da perfeição, somos todos como uma criança que ainda necessita ter sua personalidade lapidada.

Neste mês de dezembro comemoramos o aparecimento de um desses grandes Avatares, Jesus de Nazareth. Nós, que pertencemos à Igreja Gnóstica, o temos como um ser do mais alto simbolismo, mensageiro dotado da própria Luz Divina. Como tal, é citado em nossos cânones – como em Pisthis Sophia – como o Salvador, aquele cujos passos devem ser seguidos para que possamos encontrar o Caminho que leva de volta ao Pai e à Redenção.

Sem embargo, a trajetória deste representante divino do Chrestos Cósmico entre nós, foi também a trajetória de Mithra, cultuado seiscentos anos antes de nosso Cristo, na Pérsia, e cujo mito inspirou aos eruditos a saga de nosso amado Jesus, em sua encarnação entre nós. Outras identidades míticas, como Krisna, Tammuz, Buda e Adonis, tiveram importante papel nessa missão de instruir e iluminar a Humanidade, ainda em sua infância.

Louvemos e demos graças, nestes dias de louvor inspirados pelas Forças Cósmicas em seu movimento, a todos esses Divinos Instrutores, procurando elevar nossas vibrações de amor até onde possamos alcançar em direção à Luz, expressando nosso desejo de paz, amor fraterno e evolução a todos os seres da Criação. Paz em vossos corações.

Tonapa R+

última Mensagem

Mensagem do dia Magno

  Rio de Janeiro, 27 de Janeiro de 2024  - Ano R+C   644 Profunda reverência e amor ao Supremo Arquiteto do Universo; Saudações e votos de s...