Mensagens Rosacrucianas

 



A Força Curativa do Silêncio

Agora, deves conhecer os brotos nocivos, causas ocultas e muitas vezes inconscientes de teus ímpetos e sentimentos e aprender a extirpá-los. Enquanto esses brotos estiverem presentes, nenhuma segurança tens de estarem limpos o teu coração e a tua alma.

De que vale ao jardineiro que tosou as ervas más e não lhes haver extintos as sementes e raízes? 

De que vale ao médico fazer cessar uma frequente hemorragia, se não apura as suas causas e não as debela? 

Se um poço parece claro e puro, mas ainda tem no fundo lama e lixo, voltará sempre a ficar sujo e turvo. 

Compreende bem, ó virtuoso peregrino, que por trás de todos os teus impulsos e sentimentos, há de haver sempre em ti um pensamento mais claro ou mais escuso. São sempre teus pensamentos que dão, a teus atos, impulsos e sentimentos, suas cores e direções! 

Sabes, entretanto, que as causas do teu estado atual são muitas vezes aqueles pensamentos que tu, nas tuas anteriores vidas, criaste e dos quais teu atual intelecto míope nada vê. 

Assim como o Universo é o pensamento manifesto de Deus, assim não passa o teu mundo, a tua vida, o teu destino da expressão de teus pensamentos passados e atuais, por isso dependem, a tua felicidade e infelicidade, a tua dita ou desdita de teus pensamentos. H. Blavatsky diz: “Nem sempre é a carne que faz a tentação;  em nove casos entre dez, é a mente inferior que leva, com suas imagens, a carne à tentação. 

O pensamento atua no cérebro, o cérebro, no órgão, e então acorda os desejos. A excitação exterior não excita o órgão. Por isso, cumpre sejam, primeiro, mortos os pensamentos, antes que os desejos possam extinguir-se.  O discípulo deve observar seus pensamentos.  O pensamento de cinco minutos pode destruir o trabalho de cinco anos.”

O conhecido místico persa, Jalaladim Maomé Rumi, disse: “Ó irmão! Não es outro senão teus pensamentos!  O que, em ti, além deles,  não passa de ossos e fibras.   Se teus pensamentos forem espinhos, não serás mais que lenha para o fogão.”

Zaratustra também disse: “Rogo-te, ó Ahura-Mazda para mim e para os que cumprem tua vontade, a melhor de todas as coisas, o eterno bem do espírito puro.”           

Rosa-Cruz


última Mensagem

Mensagem do dia Magno

  Rio de Janeiro, 27 de Janeiro de 2024  - Ano R+C   644 Profunda reverência e amor ao Supremo Arquiteto do Universo; Saudações e votos de s...